domingo, 6 de dezembro de 2009

Porto Seguro

A vida é mesmo implacável. Vivemos em meio às rebordosas que ela nos impõe, mudanças de trajetórias, pedras no caminho, ou icebergs na nossa rota. Desviá-los é característica dos sábios, dos apaixonados pela vida e pelo que ela nos proporciona. Afinal de contas, ela nos proporciona mesmo.

Mas ela oferece tormentas, chuvas incontestes e algumas pessoas a quererem virar nossos barcos. E é preciso ter comando sobre nossa nau, é preciso encontrar aqueles com quem queiramos compartilhar cada momento dessa viagem sem fim, como ele a encontrou. Como ele tem a certeza de que enfrentará todas as tormentas a seu lado. Porque ele acredita que haverá sempre um lugar em que a gente é rei e rainha, existirá sempre uma rede pra dois, haverá sempre uma conversa com olhos sedentos um do outro, sempre um beijo no olho, sempre um beijo na ponta do nariz, sempre a "precisão" do "eu te preciso".

Haverá sempre um porto seguro pra eles dois, haverá sempre a corrente para segurar nossos barcos, a proa e a cachaça pra unir dois "coração". Há sempre a paz de um sorriso, sorriso largo, sincero, e as maçãs que saltam em sua face. Haverá sempre o fruto de um amor verdadeiro, onde a paz reina, mesmo que a paz venha após as tempestades que nos cercam, mesmo que gritemos e questionemos a existênia. Porque, soberetudo, existimos. Eles existem, se completam, se precisam. E vão encontrar sempre sua paz, mesmo que para isso precisem navegar muitos mares e enfrentar todos os icebergs e pedras que virão, a paz e o porto estão ao lado.


3 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog cheguei até você e gostei do que vi. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da telinha está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar um pouco mais de cuidado, mas em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR !
Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um mundo melhor. Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois vez por outra o comentário entra com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero queentenda quando não puder visitá-lo.
Daqui onde estou, os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
Por hoje fico por aqui, já escrevi demais. Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !
Silvana Nunes.'.

marveling disse...

Seu texto me lembrou um reggae que eu gosto muito.
Nem acho que a vida ofereça tormentas... ela impõe mesmo! Espero que haja sempre tudo isso mesmo... principalmente a cachaça!

Gostei muito!

[ rod ] ® disse...

Apressados que somos perdemos a capacidade de esperar pelo porto seguro e nos pomos a maldizê-lo. Para quem sabe esperar tudo vem a tempo... já dizia o poeta.

Abs meu caro.