terça-feira, 1 de julho de 2008

Momentos

Há momentos em que tudo é lixo
Há momentos em que o esperado é pouco
momentos afônicos;
momentos surdos e loucos

Há vida em qualquer solidão
esperança travestida de dor
olhares sinceros por trás de mentiras
e conversas em torno de copos

copos cheios de vazio
corpos vazios de luz
momentos, apenas momentos...

esperando que toquem o interruptor
esperando por mais óleo no motor
enquanto isso Hiroshima nos espera
e nossos sonhos estão perdidos em algum lugar

Um comentário:

Letícia Sammet disse...

Isso me lembra tanta coisa...
Não adianta negar, todo mundo sempre espera por alguém. =]

muito bom
te favoritei também

:*